quarta-feira, 25 de abril de 2012

Ainda chamam a gente de farofeiro...

Ontem (24/04) estava lendo uma matéria no Terra sobre a crise na Holanda. A água bateu mesmo na bunda do pessoal de lá das terras baixas. Com a economia em recessão e o desemprego na casa dos 6% o povo tá ficando com o cinto cada vez mais apertado.
Mas quem gosta de bar, gosta, não é, gente. Não falta criatividade pra esse povo, independente de sua nacionalidade. Não falta, não! Gostei do termo que o jornalista utilizou na matéria: é gente que não quer que a crise atrapalhe a sua vida social. E olha só o que o povo que gosta de bar tá fazendo lá na Holanda, segundo a matéria:
“Não muito longe dali, o badalado Basis Bar está lotado de pessoas determinadas a não deixar a crise atrapalhar sua vida social. No bar, os clientes trazem sua própria comida, que é aquecida pelos funcionários de graça. Só é preciso pagar pelas bebidas. 'É muito caro sair e comer fora, mas aqui é ótimo porque você não precisa gastar muito. Essa salada custa cinco euros (R$ 12) do outro lado da rua, mas em um restaurante normal, seria algo entre 10 e 15 euros (R$ 25 e R$ 37)', diz Sophie, que além da salada, levou também uma pizza de mussarela e rúcula, que está no microondas do Basis Bar.
 
Biriteiros da Holanda levam comida ao Basis
O dono do Basis (que quer dizer Básico, em holandês) diz que não pensou em se beneficiar da crise quando criou o local, mas admite que vem notando um aumento no movimento recentemente. 'Temos pessoas que trazem sopa de casa. Basta colocar umas baguetes no forno e você pode ter uma noite agradável sem gastar muito', diz Michiel Zwart. E os funcionários ainda lavam sua louça e reciclam as embalagens.”

Nada bobo o dono do bar...

Holandês é alternativo. Brasileiro é farofeiro mesmo.

O dono deste bar não é nada bobo, né? Conhece butequeiro, conhece quem gosta de bar. Vai perder freguês pra quê? Dizem que aqui as coisas estão ótimas e a crise não nos alcança, mas eu, pessoalmente, não posso dizer nada, porque se aqui tivesse um bar destes, era bem capaz de eu levar uma marmitinha. Afinal, o dinheirinho pra cerveja é prioridade e sempre será!

A matéria na íntegra está em 



3 comentários:

  1. Nossa com um desse aqui...estaria no bar todo fim de semana ou quase todos os dia rsrsrsr. por que o carro mesmo é a comida.

    ResponderExcluir
  2. O caro quis dizer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, seu comentário não saiu inteiro

      Excluir

Muito agradecida!